Carrinho  

Nenhum produto

Total R$ 0,00

Finalizar Carrinho

Categorias

RECEBER NOVIDADES E PROMOÇÕES

Mais vendidos

Não há registro de vendas até ao momento.

Depoimentos

Empresa responsável entrega no tempo determinado fiquei feliz com a minha primeira compra
JOÃO CONCEIÇÃO FILHO
SÃO PAULO
Boa tarde, a Inmes Industrial compra no site a mais de 01 ano e sempre fomos muito bem atendidos. Entregas pontuais, material de qualidade. Vamos continuar a fazer a aquisição dos materiais com certeza.
INMES INDUSTRIAL LTDA
BRAÇO DO NORTE - SC

Placas Arduino

O que é a placa Arduino?

A placa Arduino é uma plataforma de prototipagem eletrônica baseada em hardware e software livres e de código aberto. Consiste em uma placa de circuito impresso com um microcontrolador e uma série de pinos de entrada/saída que podem ser programados para diferentes finalidades.

A placa Arduino é bastante versátil e pode ser usada para criar uma variedade de projetos eletrônicos, desde dispositivos simples até robôs avançados, sistemas de controle de automação, entre outros. O seu grande diferencial é a sua facilidade de uso e acessibilidade, permitindo que qualquer pessoa com conhecimento básico em eletrônica e programação possa criar projetos com a placa Arduino.


Como funciona a Placa Arduino?

A placa Arduino é uma placa eletrônica baseada em microcontroladores, que permite o desenvolvimento de projetos de eletrônica, programação e automação. O funcionamento da placa Arduino depende do modelo, mas basicamente envolve a utilização de um microcontrolador (geralmente da família AVR da Atmel), que é programado para executar uma série de tarefas pré-definidas.

A placa Arduino é composta por um circuito integrado que controla a lógica do funcionamento da placa, entradas e saídas digitais e analógicas, além de portas de comunicação (USB, UART, I2C, SPI, entre outras). Essas portas permitem a conexão da placa a outros dispositivos, como sensores, atuadores, displays, entre outros.

A programação da placa Arduino é feita em uma linguagem de programação própria, baseada em C++, e utilizando a IDE (Integrated Development Environment) do Arduino, que é um software gratuito e de código aberto. Após a programação, a placa é conectada a um computador ou fonte de alimentação, e os programas são executados de acordo com as instruções pré-programadas.

Para que Serve uma Placa Arduino?

A placa Arduino serve para desenvolver projetos robóticos e de automação residencial, possibilitando controlador diversas coisas por meio eletrônicos, como se fosse um cérebro eletrônico, além de monitorar áreas e ambientes por meio dos mais diversos sensores, sejam eles, de movimento, de fumaça, de gases, entre centenas de outras opções.

Uma placa Arduino é uma plataforma de prototipagem eletrônica que permite criar projetos interativos e automatizados. Ela é capaz de ler e escrever em dispositivos de entrada e saída, como sensores, atuadores e displays, permitindo que você controle o mundo físico com o uso de programas.

Com uma placa Arduino, é possível criar projetos em diversas áreas, como automação residencial, robótica, internet das coisas, arte interativa, entre outras. Ela oferece uma grande flexibilidade para programação, permitindo que você desenvolva projetos simples ou complexos, desde aplicações básicas até sistemas avançados.

Além disso, a comunidade Arduino é bastante ativa e colaborativa, disponibilizando uma grande quantidade de tutoriais, exemplos e projetos prontos, o que facilita bastante o processo de aprendizagem e desenvolvimento.

Quais são as Placas de Arduino?

As placas de Arduino são dividas em vários modelos, desde modelos pequenos como o Nano, o Micro e o Mini, até modelos mais conhecidos como o Uno R3 e Uno SMD. Vale destacar ainda que existem as placas Mega 2560, Due, Lilypad, Leornado, ADK e etc. A escolha da placa Arduino ideal vai depender de cada projeto, já que cada modelo apresenta variações em sua capacidade de processamento de dados e portas de conexão.

Existem diversas placas Arduino disponíveis no mercado, cada uma com suas próprias características e recursos. Alguns exemplos incluem:

  1. - Arduino Uno: É uma das placas mais populares e comumente usadas, possui um microcontrolador ATmega328P, 14 pinos de entrada/saída digitais, 6 pinos analógicos e uma porta USB.

  2. - Arduino Mega: Possui mais recursos do que o Uno, com 54 pinos de entrada/saída digitais e 16 pinos analógicos, além de uma porta USB e um microcontrolador ATmega2560.

  3. - Arduino Nano: Uma placa pequena e compacta com um microcontrolador ATmega328P, 14 pinos de entrada/saída digitais, 8 pinos analógicos e uma porta USB.

  4. - Arduino Due: Possui um microcontrolador ARM Cortex-M3 de 32 bits, 54 pinos de entrada/saída digitais, 12 pinos analógicos e uma porta USB.

  5. - Arduino Leonardo: Possui um microcontrolador ATmega32u4, 20 pinos de entrada/saída digitais, 12 pinos analógicos e uma porta USB.

  6. - Arduino Pro Mini: Uma placa pequena e compacta com um microcontrolador ATmega328P, 14 pinos de entrada/saída digitais e 8 pinos analógicos.

  7. - Arduino MKR1000: Possui um microcontrolador SAMD21 Cortex-M0+, conectividade WiFi embutida e uma porta USB.

Essas são apenas algumas das muitas placas Arduino disponíveis, cada uma com suas próprias especificações e recursos que atendem a diferentes necessidades e projetos.

Quais as Vantagens das Placas Arduino?

As placas Arduino tem como vantagem serem relativamente baratas em comparação com outras plataformas de microcontroladores. A versão mais em conta do módulo Arduino pode ser montada manualmente e tem até os módulos Arduino pré-montados. Outra vantagem é que o software é publicado como ferramentas de código aberto, disponível para extensão por programadores experientes. A linguagem pode ser expandida através de bibliotecas C++, e as pessoas que desejam entender os detalhes técnicos podem dar o salto do Arduino para a linguagem de programação AVR C na qual se baseia.

As placas Arduino apresentam diversas vantagens, entre elas:

  1. - Flexibilidade: A placa Arduino pode ser programada para realizar uma ampla variedade de tarefas, desde o controle de motores e luzes até a leitura de sensores e dispositivos de entrada.

  2. - Baixo custo: As placas Arduino são relativamente baratas em comparação a outras placas de desenvolvimento, permitindo que pessoas com orçamento limitado possam criar projetos eletrônicos.

  3. - Fácil utilização: O ambiente de desenvolvimento do Arduino é intuitivo e fácil de usar, mesmo para iniciantes em programação e eletrônica.

  4. - Grande comunidade: O Arduino tem uma grande comunidade de usuários que compartilham informações, tutoriais e projetos, o que ajuda os usuários a resolverem problemas e aprimorarem suas habilidades.

  5. - Open source: A placa Arduino é um projeto de hardware e software de código aberto, o que significa que as especificações e o código-fonte estão disponíveis gratuitamente para uso e modificação.

  6. - Conectividade: As placas Arduino possuem vários pinos de entrada/saída que permitem a conexão com diversos dispositivos, sensores e atuadores, além de interfaces de comunicação como USB, WiFi, Bluetooth e Ethernet.

  7. - Compatibilidade: Existem muitos shields, módulos e acessórios disponíveis para as placas Arduino, o que aumenta ainda mais suas capacidades e possibilidades de uso.

18 produtos

Placas Arduino: o que você precisa saber!

As placas Arduino são capazes de ler entradas - luz em um sensor, um dedo em um botão ou uma mensagem no Twitter - e transformá-lo em uma saída - ativando um motor, ligando um LED, publicando algo online.

Você pode dizer à sua placa o que fazer enviando um conjunto de instruções ao microcontrolador na placa. Para fazer isso, você usa a linguagem de programação Arduino (com base na fiação) e o Software Arduino (IDE), com base no processamento.

O Arduino nasceu no Instituto de Design de Interação Ivrea como uma ferramenta fácil para prototipagem rápida, destinada a estudantes sem formação em eletrônica e programação.

Assim que alcançou uma comunidade mais ampla, a placa Arduino começou a mudar para se adaptar às novas necessidades e desafios, diferenciando sua oferta de placas simples de 8 bits a produtos para aplicativos de IoT, wearable, impressão 3D e ambientes incorporados.

O que são as placas Arduino?

As placas Arduino são plataformas eletrônicas de código aberto baseadas em hardware e software fáceis de usar. O hardware e o software do foram projetados para artistas, designers, entusiastas, iniciantes e qualquer pessoa interessada em criar objetos ou ambientes interativos.

Placa Arduino Uno

Placa Arduino Uno



Ao longo dos anos, tem sido o cérebro de milhares de projetos, de objetos do cotidiano a instrumentos científicos complexos.
Uma comunidade mundial de criadores - estudantes, entusiastas, artistas, programadores e profissionais - se reuniu em torno dessa plataforma de código aberto. Suas contribuições adicionaram uma quantidade incrível de conhecimento acessível que pode ser de grande ajuda para iniciantes e especialistas.

Todas as placas do Arduino são completamente de código aberto, capacitando os usuários a construí-las independentemente e eventualmente adaptá-las às suas necessidades particulares. O software também é de código aberto e está crescendo com as contribuições de usuários em todo o mundo.


Porque as placas Arduino são tão populares entre usuários iniciantes?

A placa Arduino tornou-se bastante popular por boas razões entre as pessoas que estão começando com a eletrônica. Diferente da maioria das placas de circuito programáveis anteriores, o Arduino não precisa de um hardware separado (chamado de programador) para carregar um novo código na placa - você pode simplesmente usar um cabo USB.

Além disso, o Arduino IDE usa uma versão simplificada do C++, facilitando o aprendizado do programa, facilitando o desenvolvimento de projetos maker DIY. Finalmente, o Arduino fornece um fator de forma padrão que divide as funções do microcontrolador em um pacote mais acessível.

Qual a licença pela qual são publicados os planos das placas Arduino?

Os planos das placas Arduino são publicados sob uma licença Creative Commons, para que projetistas de circuitos experientes possam criar sua própria versão do módulo, estendendo-o e aprimorando-o.

Mesmo usuários relativamente inexperientes podem recriar a versão de placa de ensaio do módulo para entender como ele funciona e economizar dinheiro.

Da mesma forma, você pode adicionar o código AVR-C diretamente aos seus programas Arduino, se desejar.


Licença do Arduino é Creative CommonsLicença do Arduino é Creative Commons

Aplicação das Placas Arduino em projetos

Graças à sua experiência de usuário simples e acessível, o Arduino foi usado em milhares de diferentes projetos e aplicativos.
Professores e alunos o utilizam para criar instrumentos científicos de baixo custo, para provar os princípios da química e da física ou para começar a programar e a robótica. Designers e arquitetos constroem protótipos interativos, músicos e artistas o utilizam para instalações e para experimentar novos instrumentos musicais.

Os fabricantes, é claro, usam-no para construir muitos dos projetos exibidos no Maker Faire, por exemplo. O Arduino é uma ferramenta essencial para aprender coisas novas. Qualquer pessoa - crianças, entusiastas, artistas e programadores - pode começar a mexer seguindo as instruções passo a passo de um kit.

Existem muitos outros microcontroladores e plataformas de microcontroladores disponíveis para computação física. 

O Parallax Basic Stamp, o BX-24 da Netmedia, o Phidgets, o Handyboard do MIT e muitos outros oferecem funcionalidades semelhantes. Todas essas ferramentas pegam os detalhes confusos da programação do microcontrolador e envolvem-no em um pacote fácil de usar.

O Arduino também simplifica o processo de trabalho com microcontroladores, mas oferece alguma vantagem para professores, alunos e amadores interessados em relação a outros sistemas.

As placas Arduino podem ser usadas para praticamente tudo, desde para projetar robôs até mantas de aquecimento para mãos. Você pode até mesmo fazer uma manopla para lançamento de dados em um RPG e até mesmo projetar algum tipo de máquina para adivinhação baseado em dados.

Basicamente essas placas podem ser o cérebro por trás de qualquer projeto em eletrônica.

Quais as vantagens do software com as placas arduino para usuários mais avançados?

O software Arduino é fácil de usar para iniciantes, mas flexível o suficiente para usuários avançados, pois os projetos podem ser muito amplos exigindo conhecimento de alto nível a depender dos módulos e sensores que envolvem em seu conjunto. Ele roda em Mac, Windows e Linux.

Quais as vantagens das placas arduino para alunos e professores de áreas relacionadas a eletrônica e programação?
Para os professores, é convenientemente baseado no ambiente de programação, para que os alunos que aprendem a programar nesse ambiente estejam familiarizados com o funcionamento do IDE do Arduino.

Placas Arduino: dicas finais

Agora que você sabe mais sobre as placas Arduino, pode ter melhores ideias de como usá-las em seus próximos projetos de eletrônica.

Saiba também que existem diferentes modelos de placas Arduino, bem como toneladas de sensores e blindagens para ajudar a levar seus projetos para o próximo nível.

E se você for um iniciante em eletrônica, recomendamos que aprenda o básico sobre conceitos como eletricidade e segurança entre outros elementos essenciais para que você saiba melhor que está fazendo em seus projetos.

A Placa Arduino desde seu lançamento causou grande furor no mundo dos desenvolvedores e entusiastas que viram na sua proposta um produto de baixo custo e grandes possibilidades que poderia facilmente ser difundido, alcançando um número expressivo de adeptos do desenvolvimento da tecnologia.


Tipos de Placa ArduinoTipos de Placa Arduino

Mais do que um produto ou uma marca, o Arduino tornou-se um conceito amplo que abrange centenas de módulos eletrônicos, sensores e microcontroladores, com a finalidade de aprimorar e possibilitar que os projetos sejam produzidos com maior facilidade e menor custo.

Para reunir todas essas peças em um único local a Usinainfo criou a categoria Arduino, ali é possível encontrar a maior diversidade do Brasil de acessórios para projetos, desde os mais simples aos mais complexos sensores, além de contar com módulos para as mais diversas finalidades e todas as peças robóticas necessárias para desenvolvimento imediato.

A placa em si é uma projeto open source, ou seja, pode ser aperfeiçoada por outros fabricantes e distribuídas, desde que não utilizem da marca que pertence a Copyright de Arduino SA. E aí que começa a parte difícil, como fazer para separar a Placa Arduino, a Marca Arduino e o conceito genérico criado?

Em suma, os microcontroladores são intitulados como Arduino possuindo variantes diferentes conforme o modelo, sendo Uno, Leonardo, Mega, ADK e outros, todos pertencentes a marca que possui o mesmo nome. Já o conceito genérico que se criou difundiu-se para todos os produtos que podem ser utilizados como os microcontroladores, podendo ser considerado um termo que resume todo esse universo de produtos.

Já na categoria Placa Arduino, em razão do conceito amplo, podem ser encontrados outros microcontroladores derivados dos originais, possuindo muitos componentes eletrônicos em comum, além de similaridade de formas. Na prática produtos com essas características são capazes de executar as mesmas tarefas básicas que os microcontroladores Arduino, permitindo que o projetista escolha o modelo que mais adequa ao seu projeto.

Entre os modelos que mais se destacam estão os originais (produzidos pela própria Arduino), os compatíveis (modelos com layout semelhante do original que apresentam exatamente as mesmas funções e que não fazem qualquer menção a marca Arduino em suas placas), além dos novatos que estão fazendo sucesso: o ESP8266 e o ESP32.

Para quem não sabe muito bem como começar, a indicação é a placa Arduino Uno R3, apresentando as formas mais simplificadas de utilização.