Carrinho  

Nenhum produto

Total R$ 0,00

Finalizar Carrinho

Categorias

Receber novidades e promoções

Depoimentos

  • Parabéns pra Usinainfo que dispõe de vários produtos para os consumidores, eu estava procurando uma bomba de ar para uma estação de solda ar quente, já tinha procurado em vários sites, só tinha a estação completa, encontrei na Usinainfo, excelente, salvei minha estação. Produto de qualidade estou satisfeito, recomendo a todos.
    geraldo da silva, Paulo Afonso / Bahia
  • "Parabenizo a equipe do USINAINFO pela rapidez do atendimento bem como qualidade da comunicação com os clientes e o capricho na embalagem. Muito obrigado."
    Celio Espindola Bastos, Rio de Janeiro/RJ

Soldagem

A Soldagem é um processo bastante importante para quem trabalha com eletrônica, é um procedimento base para o desenvolvimento de módulos e fixação de componentes, por exemplo, uma soldagem bem feita é imprescindível e para isto, os...

A Soldagem é um processo bastante importante para quem trabalha com eletrônica, é um procedimento base para o desenvolvimento de módulos e fixação de componentes, por exemplo, uma soldagem bem feita é imprescindível e para isto, os equipamentos certos são necessários.

Teoricamente, a Soldagem é um modo rápido de fixar permanentemente fios e circuitos eletrônicos através de ferramentas simples e técnicas fáceis de aprender, porém uma soldagem sem experiência ou sem os equipamentos corretos pode causar rompimento de trilhas em placas de circuito impresso, soldas frias e mal contato, curto entre terminais, diversos são os problemas que podem ocorrer.

Portanto, saber Soldar do jeito certo e saber usar os equipamentos corretos  é a única forma de garantir que a solda irá ficar bem feita, garantindo ao equipamento eletrônico boa eficiência e evitando problemas futuros u uma possível revisão solda a solda.

Mais Menos

146 produtos

Podemos definir a Soldagem como o processo de casamento de materiais (especialmente os metais) mais fundamental para a indústria e para a eletrônica, sendo muito empregada na construção e manutenção de peças, equipamentos e estruturas.

A  soldagem industrial é a única forma de unir duas peças de metais transformando ambas em uma peça única, processo conhecido como fusão, bastante utilizado na construção de estruturas sólidas, amplamente utilizada na construção civil e projetos mecânicos.


Processos de Solda Industrial

O processo de soldagem eletrônica é usado para gerar uma superfície de contato comum entre os mais diferenciados terminais e placas que consequentemente possibilitam a passagem de energia, sinal e afins. Diferente da soldagem industrial, a eletrônica não funde matérias, apenas une-os através de uma maior superfície de contato.

 

Quais os principais usos do processo de soldagem?

A aplicação da soldagem é muito variada,  indo desde pequenos componentes eletrônicos até grandes estruturas e equipamentos como pontes, navios, vasos de pressão, etc. Atualmente, a soldagem também é usada similarmente em plásticos e vidros. 

 

Quais as principais áreas onde a soldagem é aplicada?

A soldagem é aplicada em diferentes áreas: construção naval, civil, ferroviária, indústria aeronáutica, automobilística e indústria metalúrgica, além de ser amplamente utilizada em projetos eletrônicos, mas de maneira diferenciada aos casos citados anteriormente.

 

Os diferentes tipos de Soldagem

Atualmente há em torno de 50  processos de soldagem, sendo que o mais antigo deles foi descoberto há aproximadamente dois mil anos: a soldagem por forjamento. 

A solda forjada, usada até final do século XIX, consiste em aquecer as peças a serem consertadas e depois martelar até que elas se amalgamam. A invenção da eletricidade e outros processos químicos que foram descobertos fizeram com que surgissem novas formas de soldagem.

Com o passar dos anos a soldagem foi evoluindo e a necessidade de trabalho com peças cada vez menores fez com que os processos mais robustos fossem tornando-se cada vez mais simples e delicados.


Soldagem de placas de Circuito

Atualmente, a eletrônica necessita de soldagens cada vez mais delicadas, é o caso da união necessária entre os dispositivos SMD em placas de circuito impresso cada vez menores.

Na solda eletrônica, a base de soldagem é o estanho, por isso se ouve muito o termo “estanhar”. Existem vários tipos de solda, a mais comum no uso da eletrônica é a solda de fio com fluxo, de 60/40 espessura de 1mm.

As ligas metálicas, empregadas na soldagem eletrônica, são designadas pelas proporções de estanho e chumbo, por exemplo, quando falamos que a solda é 60/40, significa dizer que há nela 60% de estanho e 40% de chumbo.

E mais, na eletrônica, as soldas possuem um fluxo interno, elas são ocas e este oco é preenchido com o fluxo. Esse fluxo ajuda o processo de soldar, melhorando a aderência da solda a superfície.

O tipo de solda mais comum em eletrônica é desenvolvida através de um ferro de solda. Essa ferramenta converte a energia eléctrica em calor, que a sua vez provoca a fusão do material utilizado na solda.

No entanto, para garantir uma maior precisão, muitas pessoas preferem usar uma estação de soldagem.

As estações de solda asseguram que o seu ferro de solda vai trabalhar na temperatura correta e que ela fique constante, deixando o trabalho mais fácil e garantindo um melhor resultado final.


Estação de Solda para processos de Soldagem

Contudo, uma estação de soldagem é um equipamento caro. Se este for o seu caso, prefira um bom ferro de solda com pelo menos 30W de potência e fique atento para comprar a versão correta para tensão da rede elétrica em sua casa. 

Isso costuma ser o bastante para a maioria dos projetos eletrônicos.

 

Quais as diferentes ligas de soldagem eletrônica que encontramos no mercado?

São comumente encontradas no mercado soldas nas proporções 70/30, 60/40, 50/50 e 40/60. A liga depende muito do uso, você deve considerar que quanto mais estanho a liga tiver, mais baixo vai ser o ponto de fusão. Então uma solda com liga 70/30 vai derreter muito mais rápido que uma solda com liga 40/60.

 

Quais os principais usos da soldagem eletrônica com ferro de solda?

O ferro de solda é muito empregado para fazer a união de componentes eletrônicos em uma placa de circuito impresso (PCI ou PCB, em inglês) e também para a  emenda de fios e/ou cabos ou para conserto de placas eletrônicas.

 

Soldagem: dicas finais

Como vimos, a técnica da soldagem é bem antiga,  e não existe um único procedimento de solda, mas sim vários processos diferentes empregados nos mais variados contextos.

Em eletrônica,  é muito importante escolher o material certo e o equipamento correto para os seus projetos com soldagem,  caso contrário você não vai obter uma boa união entre os componentes e vai acabar danificando os circuitos por uma temperatura excessiva.